Agrupamento de Escolas Eugénio de Andrade

.

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Serviços Administrativos

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS EUGÉNIO DE ANDRADE

ESCOLAS BÁSICA EUGÉNIO DE ANDRADE (SEDE)

Rua Augusto Lessa

4200-098 PORTO

Telefone: 225091008 - Telemóvel: 935091008 - Fax: 225501752

ESCOLA BÁSICA AUGUSTO LESSA

Rua Augusto Lessa, 402

4200-098 PORTO

Telefone: 225502971

ESCOLA BÁSICA COSTA CABRAL

Rua Costa Cabral, 551

4200-223 PORTO

Telefone: 225090497

ESCOLA BÁSICA DO COVELO

Rua Dr. Adriano Paiva

4200-014 PORTO

Telefone: 225091008

Os Serviços de Administração Escolar (Secretaria), funcionam na escola sede do Agrupamento, no seguinte horário:

Segunda - 8.30h-13.30h

Terça - 8.30h-16.30h

Quarta - 8.30h-13.30h

Quinta - 8.30h-16.30h

Sexta - 8.30h-13.30h

COORDENADORA

Manuela Pereira – Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar


CONTABILIDADE

Teresa Manaú – Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

GESTÃO DE PROCESSOS

Bárbara Sousa –  Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Rosário Silva – Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

TESOURARIA

Teresa Manaú – Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

APOIO ASE

Joana Pereira joanapereira@agrupamento-eugenioandrade.org



CONCURSOS - CONTRATAÇÃO DE ESCOLA

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

AVISO

Avisam-se todos os interessados que se encontra abertos os procedimentos concursais comuns de recrutamento a seguir indicados:

- 1 docente do grupo 110;

- 1 docente do grupo 240.

A candidatura deverá ser formalizada de acordo com os avisos.

Porto, 17 de abril de 2015.

O diretor

Emídio Isaías

 

CONCURSO-TERAPEUTA DA FALA

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

AVISO

Avisam-se todos os interessados que se encontra aberto o procedimento concursal comum de recrutamento para ocupação de um posto de trabalho para terapeuta da fala em regime de substituição.

A candidatura deverá ser formalizada de acordo com o aviso anexo.

Porto, 1 de abril de 2015.

O diretor

 

Emídio Isaías

 

CONSELHO GERAL AVALIAÇÃO INTERNA DO DESEMPENHO DOCENTE – AVALIAÇÃO DO DIRETOR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

De acordo com a Portaria nº 266 / 2012, de 30 de agosto, compete ao conselho geral definir os critérios em que se baseia a avaliação interna do diretor. Assim, o conselho geral do agrupamento Eugénio de Andrade define os critérios que seguidamente se expõem.

1. A avaliação interna do diretor realizar-se-á pela apreciação do seu relatório de autoavaliação, previsto no artigo 7º da Portaria nº 266 / 2012, e incidirá sobre os seguintes parâmetros:

 

a) «Compromissos», em função do conteúdo fixado na Carta de Missão do Diretor e tendo por base os indicadores de medida assumidos em termos de eficácia, eficiência e qualidade com uma ponderação final de 50%;

b) «Competências» de liderança, de visão estratégica, de gestão e de representação externa demonstradas; Com uma ponderação final de 30%.

c) «Formação contínua» realizada nos termos da alínea c) do n.º 2 do artigo 37.º do ECD. Com uma ponderação final de 20%.

 

2. Utilizar-se-á uma escala graduada de 1 a 10 pontos para avaliar cada conteúdo referente aos três parâmetros definidos no número anterior.

A atribuição de pontuação a cada conteúdo terá em consideração os descritores de desempenho apresentados no quadro seguinte.

 

3. O cálculo da avaliação final em cada compromisso corresponde à média das pontuações obtidas nos respectivos conteúdos objecto de avaliação.

 

4. O cálculo final da avaliação interna será obtido segundo a seguinte fórmula: (pontuação média dos compromissos  x  50%) + (pontuação média das competências  x 30%) + (pontuação da formação contínua  x 20%).

 

5. As pontuações constarão da Ficha de Avaliação Interna do Desempenho Docente – Avaliação do Diretor, constante no Anexo.

 

 

ANEXO

 

Cumprimento do Compromisso (Item ou Itens)

Classificação

Pleno

10

Muito Bom

8/9

Bom

7

Suficiente

5/6

Insuficiente

4

 

 

(No quadro estão previstos descritores de desempenho intercalares não descritos. Sempre que o desempenho identificado não se integre em nenhum de dois níveis descritos consecutivos, deve ser-lhe atribuída a pontuação correspondente ao nível intercalar que os separa.)

 

 

Parâmetros / conteúdos

Pontuação / descritores

9 a 10

8

7

5 a 6

1 a 4

A. Compromissos

A1. Concretiza-ção do Projeto Educativo

e dos Planos Anual e

Plurianual de Atividades

Promove com muito empenho e eficiência o envolvimento da comunidade escolar;

Proporciona sempre os meios necessários para atingir os objetivos;

Acompanha atenta e detalhadamente a sua implementação/concreti-zação;

Realiza uma avaliação periódica clara e muito rigorosa;

Apresenta estratégias de melhoria adequadas e inovadoras em função da avaliação.

N

Í

V

E

L

I

N

T

E

R

M

É

D

I

O

Promove o envolvimento da comunidade escolar;

Proporciona os meios necessários para atingir os objetivos;

Acompanha a sua implementação/concretização;

Realiza uma avaliação periódica;

Apresenta estratégias de melhoria.

N

Í

V

E

L

I

N

T

E

R

M

É

D

I

O

Não promove o envolvimento da comunidade escolar;

Não proporciona os meios necessários para atingir os objetivos;

Não acompanha a sua implementação/concreti-zação;

Não realiza uma avaliação periódica;

Não apresenta estratégias de melhoria.

A2.

Gestão dos Recursos

Humanos

 

Organiza os recursos humanos do agrupamento de modo muito eficiente;

Assegura as melhores condições para a avaliação do pessoal docente e não docente;

Intervém/procede à avaliação do pessoal ;

Promove com muito empenho e eficácia o relacionamento interpessoal;

Assegura uma excelente comunicação entre as diversas estruturas.

Organiza os recursos humanos do agrupamento;

Assegura condições para a avaliação do pessoal docente e não docente;

Intervém/procede à avaliação do pessoal;

Promove o relacionamento interpessoal;

Assegura a comunicação entre as diversas estruturas.

Não organiza os recursos humanos do agrupamento;

Não assegura condições para a avaliação do pessoal docente e não docente;

Não procede à avaliação do pessoal;

Não promove o relacionamento interpessoal;

Não assegura a comunicação entre as diversas estruturas.

A3.

Gestão dos Recursos

Financeiros e Materiais

 

Apresenta rigor e eficiência na gestão dos recursos públicos;

Promove a conservação, manutenção e organização do património público com elevada eficácia; Rentabiliza os recursos da escola público com elevada eficácia.

Apresenta rigor na gestão dos recursos públicos;

Promove a conservação, manutenção e organização do património público; Rentabiliza os recursos da escola.

Não apresenta rigor na gestão dos recursos públicos;

Não promove a conservação, manutenção e organização do património público; Não rentabiliza os recursos da escola.

 

 

 

Parâmetros / conteúdos

Pontuação / descritores

9 a 10

8

7

5 a 6

1 a 4

B. Competências

B1. Gestão

Orienta sempre a sua intervenção para a gestão pedagógica e cuida eficiente e eficazmente da gestão administrativa, financeira e dos recursos humanos e materiais, de modo a mobilizar a comunidade para o desempenho escolar dos alunos, criando e mantendo sempre um ambiente escolar reflexivo, crítico, participativo e ativo.

N

Í

V

E

L

I

N

T

E

R

M

É

D

I

O

Orienta a sua intervenção para a gestão pedagógica e cuida da gestão administrativa, financeira e dos recursos humanos e materiais, de modo a mobilizar a comunidade para o desempenho escolar dos alunos, criando e mantendo um ambiente escolar reflexivo, crítico, participativo e ativo.

N

Í

V

E

L

I

N

T

E

R

M

É

D

I

O

Não orienta a sua intervenção para a gestão pedagógica e não cuida eficazmente da gestão administrativa, financeira e dos recursos humanos e materiais, de modo a mobilizar a comunidade para o desempenho escolar dos alunos, nem criou um ambiente escolar reflexivo, crítico, participativo e ativo.

B2.

Liderança

Privilegia sempre a dimensão pedagógica da vida do agrupamento;

Promove com muita eficácia a interação das equipas de trabalho;

Motiva eficazmente a comunidade educativa;

Promove lideranças;

Estimula ativamente a participação dos pais e de toda a comunidade.

Privilegia a dimensão pedagógica da vida do agrupamento;

Promove a interação das equipas de trabalho;

Motiva a comunidade educativa;

Promove lideranças;

Estimula a participação dos pais e de toda a comunidade.

Não privilegia a dimensão pedagógica da vida do agrupamento;

Não promove a interação das equipas de trabalho;

Não motiva a comunidade educativa;

Não promove lideranças;

Não estimula a participação dos pais e de toda a comunidade.

B3.

Visão estratégica

A linha estratégica estabelecida na carta de missão foi completamente adequada, eficiente e eficaz no cumprimento dos compromissos estabelecidos para o seu mandato.

A linha estratégica estabelecida na carta de missão foi adequada, eficiente e eficaz no cumprimento dos compromissos estabelecidos para o seu mandato.

A linha estratégica estabelecida na carta de missão não foi adequada, eficiente e eficaz no cumprimento dos compromissos estabelecidos para o seu mandato.

B4.

Represen-tação externa

 

Promove, de forma sistemática, eficiente e eficaz, a imagem da Escola e desempenha a sua missão de serviço público junto da comunidade educativa e na representação da mesma, com uma dedicação excecional.

Estabelece sistemática e eficazmente parcerias que concorram para o cumprimento dos compromissos constantes na carta de missão.

Promove a imagem da Escola e desempenha a sua missão de serviço público junto da comunidade educativa e na representação da mesma com dedicação.

Estabelece parcerias que concorram para o cumprimento dos compromissos constantes na carta de missão.

Promove insuficientemente a imagem da Escola e não desempenha eficazmente a sua missão de serviço público junto da comunidade educativa e na representação da mesma.

Não estabelece parcerias que concorram para o cumprimento dos compromissos constantes na carta de missão.

 

Parâmetros / conteúdos

Pontuação / descritores

9 a 10

8

7

5 a 6

1 a 4

C. Formação

 

 

 

 

 

Por sua iniciativa, desenvolve, de forma sistemática, processos de aquisição e atualização do conhecimento profissional.

Desenvolve processos de aquisição e atualização do conhecimento profissional.

Não revela interesse em atualizar o seu conhecimento profissional.

 

 

 

CONCURSO - terapeuta da fala

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

AVISO

Avisam-se todos os interessados que se encontra aberto o procedimento concursal comum de recrutamento para ocupação de um posto de trabalho para terapeuta da fala em regime de substituição.

A candidatura deverá ser formalizada de acordo com o aviso anexo.

Porto, 30 de janeiro de 2015.

O diretor

Emídio Isaías

 

RENOVAÇÕES DE MATRICULA 2014/2015

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

O período de renovação de matrícula para o próximo ano letivo 2014/2015 no Agrupamento de Escolas Eugénio de Andrade decorrerá durante o mês de junho, conforme a seguir se indica:

Alunos que vão continuar a frequentar o pré-escolar

10 de julho (das 9.00h às 12.00h e das 14.00h às 17h00);

Alunos que vão frequentar os 2.º, 3.º ou 4.º anos do 1.º ciclo

23 de junho (das 9.00h às 12.00h e das 14.00h às 17h00);

Alunos que vão frequentar o 5.º ano do 2.º ciclo

17 de junho (das 9.00h às 12.00h e das 14.00h às 17h00);

Alunos que vão frequentar os 6.º, 8.º, 9.º anos dos 2.º e 3.º ciclos e que continuam a frequentar o curso vocacional

27 de junho (das 9.00h às 12.00h e das 14.00h às 17h00)

Alunos que vão frequentar o 7.º ano do 3.º ciclo

17 de junho (das 9.00h às 12.00h e das 14.00h às 17h00);

Alunos que vão frequentar o ensino secundário

17 de julho (das 9.00h às 12.00h e das 14.00h às 17h00);

Caso esteja impossibilitado de comparecer nas datas específicas por motivo justificado, deverá dirigir-se aos Serviços Administrativos até à data limite para as matrículas, ou seja:

- alunos a frequentar o pré-escolar e o 9.º ano do 3.º ciclo - até 25 de julho de 2014

- restantes alunos - até 4 de julho de 2014.

 


Pág. 4 de 5